segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Anedotas que me contam #1

As senhoras duma certa aldeia decidiram ir numa excursão ao Bombarral, durante a viagem duas dessas senhoras sentiram vontade ir á casa de banho:
- Senhor motorista, será que pode parar? - dizia uma.
- Agora não posso mesmo. Aqui é proibido. Vão ter de aguentar mais um bocadinho.- Disse o Motorista.
- Está bem mas assim que puder parar, pare!- Respondeu a Senhora.
Uns minutos depois o senhor do autocarro lá parou aopé de um cemitério e as duas senhoras sairam apressadas para fazer as suas necessidades.
- Ai mulher, não sei se aguento. Vamos ali dentro do cemitério que é para não nos verem- Diz a mais aflita
- Ai, vamos desrespeitar os mortos mas realmente também acho que é melhor.
Lá foram apressadas mas a mais aflita não aguentou e acabou por molhar a roupa interior:
- Olha, eu agora molhei as cuecas vou deixa-las aqui e vou sem elas
Ao que lhe responde a outra:
- Eu também rebentei o elástico das minhas com a pressa toda mas não vou sem elas, pego aqui nesta baraça  deste ramo e ato-as.
No dia seguinte os maridos destas senhoras encontraram-se na tasca na aldeia:
- Então, a tua Mulher gostou da viagem?
- Ela gostou mas eu não... Não é que me chegou a casa sem cuecas?! - Desabafou.
- Mas olha que eu não tou muito melhor. A minha Mulher trazia as delas atadas com uma baraça que dizia :'' Com eterna saudade, os teus amigos do Bombarral ''



27 comentários:

João disse...

:) muito boa não conhecia

B. disse...

Contada pessoalmente tem mais piada, acredita João :)

João disse...

Acredito, nada melhor que uma anedota contada ao vivo por pessoas com jeito.

B. disse...

Eu gosto bué de contar anedotas mas se for daquelas que eu acho mesmo muita piada, começo-me a rir antes do final. xD

João disse...

Lá se vai a anedota :) deixa ver se conheces a do elefante

B. disse...

Do elefante? :o cheira-me que vem daí coisa :)

Turista disse...

Eheheheh! Não conhecia. :)))

B. disse...

Espero que tenhas gostado querida Turista :)

João disse...

O elefante tá fugido não acho a anedota :)

B. disse...

Vindo de ti só podia :p

João disse...

Joãozinho foi ao circo.

O Apresentador do circo disse:

-Dou 30.000€ Para quem fazer nosso elefante saltitar, sentar e Falar!
Quem se oferece?

Joãozinho levanta a mão e diz:

-Eu até faço, mas tem que apagar a luz!

E as luzes se apagam.

Joãozinho dá um chute nas bolas do elefante e ele começa a saltitar "de dor".

-Aplausos! - Diz o apresentador do circo - Segunda tarefa: Faze-lo sentar!

-Apaga a luz! - Diz Joãozinho.

E as luzes se apagam.

Joãozinho pega um taco de golfe e da-lhe uma paulada nas bolas do elefante e as luzes se acendem.

O elefante senta "de dor".

-Incrível! - Diz o apresentador - Terceira e última tarefa, a mais difícil de todas! Fazer nosso elefante Falar!

-Apaga a luz! - Diz Joãozinho.

-Apaga Porra Nenhuma! - Diz o elefante!

B. disse...

ahahahahaha, boa João :)
Não te cansas de me fazer rir? xD

João disse...

Não :)
Esperava que não conhecesses esta.

B. disse...

E tiveste sorte, não conhecia :b
Eu e as anedotas temos uma história muito forte xD

João disse...

:)
1 a 0! tou a ganhar

B. disse...

Então vou-te contar a minha história com as anedotas.
Quando tinha 6/7 anos fazíamos uma festa de Natal pqausa da Catequese e como o espectáculo tava atrasado o padre pediu aos garotos para irem contar anedotas ao palco e eu, toda entusiasmada, fui logo a correr sem dar tempo á minha mãe para reagir. Ela ficou logo atrapalhada porque tinha noção que eu só sabia uma anedota e era porca. Era assim:
A professora pergunta aos alunos:
- Meninos, o que é que a vossa mãe põe na salada?
O menino Miguelinho disse alface e o menino Joãozinho disse pó de talco.
A professora ficou perplexa com a resposta e perguntou: pó de talco???
Ao que responde o menino Joãozinho: Sim senhora professora, porque quando o meu pai tá a tomar banho diz: oh Maria, vai lá buscar o pó de talco para por nos tomates!

Bem podes imaginar a cara do padre, não é? :p

João disse...

:))) Muito bom! não esperava que a história com as anedotas que tinhas fosse deste género! Eu tenho uma barracada engraçada que se tornou uma anedota mas não foi tão novinho talvez conte um dia :)


toma la esta

Um tipo chega a casa e apanha a mulher na cama com outro.

Aponta-lhe uma arma e leva-o para a garagem. Na bancada de ferramentas
prende-lhe o sexo no torno e aperta até o homem não a poder tirar, e deita a
manivela do torno fora.

Pega num serrote e mete-o mas mãos do homem.
Este, assustado, pergunta:
- Pra que é que eu quero o serrote?

O homem responde:
- Tu é que sabes... eu cá vou pegar fogo à garagem...

B. disse...

Foi bastante engraçado :) Então fico á espera que um dia me contes :)
AHAHAHAHAHAHAHAH xD olha joão, eu ri-me tanto! A sério. Muito boa!

João disse...

Eu conto já que partilhaste a tua.
Nos meus penso que 17 anos havia histórias boatos sobre um rapaz que dizia-se na altura que apareceu no hospital com um saco á frente da cintura e que tinha lá dentro um gato, parece que o rapaz tentou fazer algo ao gato e este apertou e aquilo ficou preso. Poucos anos depois estava com o meu pai e mãe no local onde ele tinha os seus biscates e falavam com o senhor do talho da zona que eu não conhecia, falavam, falavam e há uma altura que a minha mãe me pergunta por um nome de um rapaz que reconheci que era o tal do gato e disse "ah o da historia do gato, sim conheço" , o senhor olhou para mim e disse "pois o da historia do gato", a conversa continuou e quando me vinha embora de carro com os meus pais perguntei quem era o senhor. Já adivinhaste não foi? :)


sim era o pai do rapaz...

B. disse...

Bem, a tua consegue ser pior que a minha xD eu estou a imaginar a situação e digo-te, não queria ser o homenzinho. Muito bom, muito bom xD

João disse...

Se já conheceres podes apagar :)

O pára-quedista

Um voluntarioso rapaz alista-se na tropa e passado o tempo da recruta
inscreve-se nos paraquedistas.
Após as 1ªs lições de como saltar, feitas no solo, eis que o valente
soldado embarca pela 1ª vez num avião juntamente com uma dezena de colegas
para o 1ºsalto da sua vida...

No dia seguinte telefonou para casa dos pais e o telefonema foi mais ou
menos assim:
- Então meu querido filho, saltaste? - pergunta o pai.

- Espere, eu vou contar como foi:
Quando chegámos à altura escolhida, abriu-se a porta e o sargento
chamou-nos para o salto.....
Mais ou menos assustados, com uma pequena 'ajuda' do sargento, os meus
colegas lá foram saltando todos até chegar a minha vez.

- E tu saltaste?

- Espere .... Já lá chegamos.
Eu disse ao sargento que não saltava porque tinha medo.
Ele disse que eu saltava nem que tivesse que me dar um pontapé!
- E tu saltaste?

- Já lá vamos ...
Eu agarrei-me a tudo o que pude e o sargento chamou o co-piloto, um tipo
com 1,90, 120 kg de peso, eu ainda me agarrei com mais força...

- E tu saltaste? - pergunta novamente o pai já impaciente...

- Eu estava amarelo de medo e então o co-piloto baixou o fecho do fato,

mostrou-me uma piroca de 30 cm que mais parecia um extintor e disse-me que
ou eu saltava ou me enfiava aquilo pelo cu acima!

- Então tu saltaste...claro!!!

- Bom, ao princípio saltei um bocadinho... mas depois habituei-me.

B. disse...

Não, não conhecia. E por tua culpa pareço uma parva a rir-me sozinha xD
Adorei!

João disse...

:) é sempre bom rir, despeço-me até amanhã que as horas não perdoam :)

B. disse...

Obrigada por este bocadinho :)
Boa noite *

João disse...

idem idem "" :) *

Cat disse...

Já conhecia. Mas é muito boa. Muito mesmo. Fizeste rir B. Obrigada :D

B. disse...

Sempre ás ordens querida Cat :)