terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Natal

Desde que os meus pais se divorciaram que o Natal é resumido á família da minha mãe. Normalmente somos poucos cá em casa porque mais de metade da família mora em França.
Este ano vamos ser 3. O meu irmão teve um acidente de carro e não pode vir a Portugal porcausa das burocracias dos seguros e blábláblá. Resto eu, a minha mãe e o meu avozinho. 
Vai ser um Natal muito vazio é o que é. 


6 comentários:

faa disse...

Tenho muita pena disso..
Há uns anos a minha família deixou de fazer o natal em conjunto, enquanto antigamente eramos mais de 20, de um ano para o outro passamos a ser 6/7, e tendo em conta que 3/4 não são da minha família (apesar de na pratica, serem), o natal perdeu muita da sua magia.

Por isso, entendo-te perfeitamente. É bom sentir a casa cheia, principalmente com crianças.

João disse...

Eu também vou passar na companhia da mana e pai, já não é o que era e a vontade também não é muita. Deve ser passado a andar pela casa e com o pc ligado, lareira não há nem chaminé por isso não é desta que o velhote desce :)

B. disse...

Faa, o Natal tem tudo a ver com o família e sendo que essa não está presente, perde toda a essência.
É mesmo bom quando a casa tá cheia mas crianças só mesmo na França porque por estas bandas, sou a unica ''criança'' visto que estou acompanhada da minha mãe e do meu avô :p


João, estás lixado então. Este ano não tens presentes mas para o ano ele recompensa-te, tens é de arranjar uma chaminé :)
Desconfio que o meu Natal também vai ser passado em conjunto com a blogosfera.

Beijinhos :)

#Sí disse...

Não importa a quantidade, importa sim a qualidade. Vais ver que corre tudo bem :)*

Cat disse...

Mesmo amore :(

B. disse...

Querida Sí, tens toda a razão :) poucos mas bons!

Cat, infelizmente este natal é assim mas para o ano há mais :p (se o mundo não acabar, claro xD)